13 de abril de 2007

 

O caso Sócrates (III)

Agora, a novela segue no Bloco de notas. Aqui, deixo só mais uma nota, a propósito das exigências a que Sócrates explique tudo e mais alguma coisa, até porque é que um funcionário da UnI arquivou mal um fax (ou terá sido pessoal e propositadamentemente o reitor?...).

A meu ver, Sócrates (e não só) tem de explicar são coisas muito mais importantes. Como é que um governo tolera a bem conhecida má qualidade de muitas escolas privadas, universitárias e politécnicas? Como é que um governo tolera a promiscuidade política, até ao nível decisivo dessas instituições? Como é que um governo tolera que altos funcionários, dirigentes, acumulem com ensino privado, sem quaisquer qualificações, só para proveito próprio e marketing das instituições? Há quanto tempo Mariano Gago anda pelos meios universitários? Nunca ouviu as histórias que todos conhecem? É preciso esperar por ser ministro e pôr a funcionar a AAAGQES, sabe-se lá quando?

Comentários:

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Subscrever Mensagens [Atom]