13 de outubro de 2006

 

Assistência às aulas teóricas

Vale a pena ler um artigo de há dias, no Guardian: "Universities try clocking in to stop students skipping classes". Em média, há cerca de 10% (!) dos estudantes universitários ingleses que faltam sistematicamente às aulas. Em cursos muito grandes, é tecnicamente difícil controlar a assiduidade. Recentemente, Cambridge e Oxford passaram a exigir aos estudantes um compromisso de honra em como assumem como seu dever ir a todas as aulas. Claro que essa declaração vale o que vale, mas certamente muito mais na Inglaterra do que em Portugal. A medida agora em vigor numa universidade inglesa é mais moderna, é uma assinatura electrónica de presença.

Lembra-me uma coisa nossa que nunca percebi, a tradição, já do meu tempo de estudante, de as aulas teóricas serem facultativas. Se o são, é porque não são essenciais. Se não são essenciais, são um enorme desperdício para as universidades.

Quem ler o artigo verá que uma preocupação central das universidades inglesas se liga com a relação entre a ida às aulas e o sucesso escolar. "There is a distinct correlation between attendance and attainment. Students who miss out irregularly, we are not going to target. They may have had a bit of a late night the night before. Students are targeted if they miss three consecutive learning events ... Over 50% of our students work part-time and we are finding a lot of our students who work in take-aways on a Thursday night are missing a Friday morning. (…) In humanities last year we identified 35 students who would have withdrawn if we had not intervened. It is life-changing. A false start in the first few weeks of university can be devastating. Students were sceptical originally but are now supportive."

Só posso falar da minha experiência pessoal. Por mais que recomende leituras apropriadas, verifico que os meus alunos que vão sistematicamente às aulas (felizmente uma boa maioria) têm resultados superiores aos daqueles cujas caras só vejo no exame. E eles sabem, mas, mesmo assim, subscrevo a frase final do artigo do Guardian: "more should be done to address the underlying reasons behind poor attendance."

Comentários:

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Subscrever Mensagens [Atom]